Ana Nunes

..." />

A sua fé e o amor próprio

Lembre-se sempre: é a sua fé que te faz seguir. É o seu amor próprio que vai te fazer acreditar. É o dia após o outro que te trará todas as respostas e certezas.

Ana Nunes

FRASES RELACIONADAS

Despertando o Valor e o Amor-Próprio Deslumbrante

Você possui um valor imenso, talvez até maior do que você possa perceber. Isso é típico de quem ainda não encontrou sua própria confiança. Contudo, é tempo de transformação. Viver em constante dúvida de si mesmo, na sombra da mediocridade, não é merecido por ninguém.

Você é deslumbrante, minha amiga! Deslumbrante em todos os sentidos, mas parece recear o amor, a alegria, a plenitude da felicidade. O que você mais precisa é do seu próprio reconhecimento; de acreditar em si, da sua fé, do seu amor-próprio! Você é deslumbrante – jamais se esqueça disso!

Renascer do Amor Próprio

Você partiu, e junto levou minha alegria, deixando a solidão tomar seu lugar. Murmurei um adeus ao amor, à alegria, e saudei o vazio que chegou. Lágrimas rolaram, e o fim parecia próximo. Observava a chuva cair, rogando ao divino para sumir como a água absorvida pelo solo.

Contudo, o tempo fluiu e eis que me vejo a amar outra vez. Estou enamorada. Eu, que julguei o amor extinto para mim, eu, que duvidei da cessação do meu pranto. Agora me sinto pronta para a felicidade, me vejo restaurada.

Essa jornada me ensinou que amar é um dom intrínseco, nosso amor reside em nós. Amar é desejar amar, estar apaixonada é ansiar por essa paixão.

Mas, antes de tudo, é essencial nutrir o amor próprio, estar em harmonia consigo. Apenas assim um novo amor pode florescer em nossa vida, trazendo serenidade e contentamento. Hoje, sinto paz interior, pronta para amar e para a felicidade.

O Amor Próprio Como Alicerce da Vida

Ao longo de nossa existência, cruzamos com diversos amores, mas há um que deve ser constante, perene e indiscutível: o amor próprio. Se não aprendermos a nos valorizar e a nos querer bem, quem o fará?

Amar-se é, antes de tudo, honrar quem você é. É ser leal a si mesmo, aos seus ideais, convicções e aspirações. É rejeitar ser desrespeitado. É reconhecer a importância das suas escolhas e desejos. É entender o seu valor e evidenciá-lo todos os dias.

Na jornada da vida, faça de si mesmo o seu amor mais grandioso!

Consequências da falta de amor-próprio

A negligência do amor próprio pode ser extremamente nociva para quem a enfrenta. A dificuldade em se valorizar pode, rapidamente, degenerar em inveja ou transformar alguém em vítima.

É essencial aprender a apreciar quem você é, pois somente assim evitará ser explorado por outrem ou que sentimentos negativos sejam despertados por terceiros.
Admire-se, e o que não lhe agradar, empenhe-se para alterar, para se aprimorar.

Você deve ser a figura central da sua existência, seu amor primordial e mais intenso, pois só dessa forma conseguirá valorizar os outros adequadamente. Sua singularidade e mérito são notáveis, mas se não se reconhecer, ninguém o fará. Exalte-se e não permita que alguém diminua seu valor, em hipótese alguma!

Autoamor: Cultivando o Carinho Próprio

Ninguém é capaz de nutrir amor por outrem sem antes cultivar o carinho próprio. A visão que as pessoas têm de nós não passa do reflexo que projetamos para elas, o espelho do que sentimos por nós mesmos.

O amor mais profundo e constante deve ser o que cada um sente por si. Portanto, antes de tudo, cultive o autoapreço!